Estão abertas as inscrições para o Seminário de Habitação em Áreas Centrais do Distrito Federal. O evento acontece no próximo dia 28 de novembro, na sede do Conselho Regional de Arquitetura e Agronomia (CREA-DF), a partir das 9 horas. Com o objetivo discutir a situação da habitação no DF, o seminário debaterá os desafios para a gestão pública no combate ao déficit habitacional, que é realizado por meio do programa Habita Brasília. A oferta de novas moradias, requalificação de habitações e espaços públicos, a estratégia de regularização do governo e as possibilidades de ocupação do Conjunto Urbanístico de Brasília (CUB) estarão entre os temas debatidos por especialistas reconhecidos nacionalmente.

De acordo com o secretário de Gestão do Território e Habitação (Segeth), Thiago de Andrade, esse espaço de diálogo é fundamental, pelo potencial de oferta habitacional de maneira mais integrada à cidade e em áreas onde equipamentos públicos e vias de transporte já estão implementadas. “Com esse tipo de estratégia, é possível reduzir os custos e promover uma reabilitação urbana e edilícia. Além disso, a disponibilização de novas unidades habitacionais em áreas centrais pode fomentar o desenvolvimento local e, consequentemente, a economia do Distrito Federal”, destacou Thiago.

PPCUB

Num momento em que a Segeth elabora a proposta para o Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico (PPCUB), o seminário também discutirá estratégias de revitalização. Desse modo, formas de dinamização de espaços degradados e obsoletos, por ações de requalificação de edificações ou uma estratégia de moradia, também estarão em discussão.

Programação

Após a abertura oficial, a primeira mesa redonda contará com as professoras Gabriela Tenório, da Universidade de Brasília (UnB), Marília Emília Bastos Stenzel, do Centro Universitário de Brasília (UniCeub), além do professor Nabil Bonduki, da Universidade de São Paulo (USP). A mediação é Carolina Pescatori, do IAB-DF.

No período da tarde, integrantes da sociedade civil ligados à luta por moradia e direito à cidade dão o tom ao debate. Participam Lourdinha Lopes, líder de Movimento Social do Rio de Janeiro, Teodomiro Diniz, sócio da Construtora Diniz Camargos, Alexandre Rangel, coordenador da Revista Traços e Benny Schavarsberg, professor da UnB. A medição é do subsecretário da Segeth Vicente Neto. A íntegra da programação pode ser conferida abaixo:

Fonte e Fotos: CAU/DF