Na última sexta-feira (8), as empresas Gerdau e Arcelor Mittal subiram o preço do aço longo em 3%, enquanto a Votorantim Cimentos elevou em R$ 1 o valor do saco de cimento. A majoração foi informada pelos associados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e divulgada pelo presidente da entidade, José Carlos Martins, ao jornal Valor Econômico. O motivo seria o encarecimento de custos dos fornecedores de insumos decorrente do tabelamento do frete.

“Com o aumento do frete, é justo que Gerdau, Arcelor Mittal e Votoratim Cimentos elevem os preços. Mas como as obras só podem ser ajustadas a cada 12 meses, o setor terá de assumir o ônus”, disse Martins ao veículo.

Defendendo a regulamentação da política de preços da Petrobras, o presidente da CBIC afirmou que o setor arca com o ônus “só porque a Petrobras precisa ter lucro”.

Fonte e Imagem: Valor Econômico