Skip to Content

Category Archives: MANCHETE

Aniversário BRB

O BRB completa 54 anos de história! São décadas acompanhando o crescimento do Distrito Federal, prestando serviços à comunidade, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico local e de suas regiões de atuação, e construindo um relacionamento forte com seus empregados e todos os demais clientes.

Ao longo desses anos, o BRB também cresceu, evoluiu e, hoje, é motivo de cada vez mais orgulho! O Banco se inseriu no mercado digital, modernizou seus processos, revisou sua estrutura, mudou-se para uma sede mais moderna e firmou diversas parcerias importantes! A marca da nossa Instituição se expandiu e já está chegando longe, mas o cuidado com o nosso papel de banco público se mantém e se fortalece.

Neste ano, repleto de desafios, conseguimos, ao mesmo tempo, registar um lucro histórico no primeiro semestre e colaborar fortemente para minimizar os impactos da pandemia no DF. Auxiliamos milhares de empresas a continuar com suas atividades, facilitamos o crédito para pessoa física, realizamos campanha para arrecadar recursos para a saúde pública do DF, operacionalizamos diversos programas importantes para os cidadãos de baixa renda, reforçamos as medidas de higiene para nossos clientes e protegemos a saúde dos nossos empregados, nosso ativo mais precioso!

Muito conquistamos e muito ainda está por vir! Não temos limites! Portanto, devemos comemorar! Esses 54 anos também estão nas páginas da sua história! No BRB, famílias e amizades foram formadas, tantos sonhos foram realizados… São inúmeras as lembranças que eternizam momentos de muita felicidade, e que acompanharão cada um durante toda a sua vida. É assim que queremos seguir, crescendo, evoluindo e viabilizando os sonhos mais incríveis!

Vamos celebrar, juntos, mais este grande momento! Parabéns, BRB!

Acesse campanhas.brb.com.br/brb54anos e confira o que preparamos!

#ANossaMelhorHistoriaeaSua #BRB54anos #BRB #Voce #AniversárioBRB

 

Fonte: BRB

Imagem destacada: Acervo Asbraco

Imagem do corpo da matéria: BRB

READ MORE

Arbitragem nos Litígios de Infraestrutura

Data: 05/08/2020
Horário: 10h00

Transmissão on-line AQUI

 

Palestrantes

Dr. Silvio de Jesus Pereira – Advogado, Presidente da Comissão de Métodos Adequados de Solução de Conflito e Conselheiro da OAB/DF

 

Dra. Thaís Strozzi Coutinho Carvalho – Advogada e Presidente da Comissão de Direito Aeronáutico, Aeroportuário e Espacial da OAB/DF

 

Dr. Rafael Barros – Professor, Engenheiro Civil Senior do DNIT e Pós Graduado em Engenharia de Ferroviária e Infraestrutura de Transportes

 

Dr. Marco Antonio Rochael – Diretor da Faculdade Inspirar e Diretor de Arbitragem do Centro Internacional de Arbitragem e Mediação

 

Dr. Luiz Afonso Delgado Assad – Administrador, Empresário, Sócio da Mevato Construções e Comércio LTDA e Presidente da Associação Brasiliense de Construtores – ASBRACO

Transmissão

Acesse AQUI

Informações

eventos@oabdf.com

 

Esta palestra não terá emissão de certificado

Organização

 

READ MORE

Ajude a financiar a aquisição de bombas de infusão e monitores para respiradores do Hospital da PM

A Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF) e a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF) realizam campanha de arrecadação de recursos para financiar a aquisição de bombas de infusão e monitores para respiradores. No total, 75 leitos de UTI do Hospital de Campanha da Polícia Militar serão atendidos. O valor de cada um destes kits gira em torno de R$ 40 mil. 

Com a sua contribuição, o setor da construção civil do DF pode dar mais um passo para ajudar a salvar a vida de muitos e seguir a luta no combate à Covid-19.

Faça parte desta corrente do bem e contribua!

Dados da conta para depósito identificado: 

Sinduscon-DF | Banco BRB
Número do Banco 070

Agência: 106
Conta corrente: 619.858-3
CNPJ: 00.031.716/0001-56

 

  • Com informações do Sinduscon-DF
READ MORE

Presidente da Asbraco participa do debate ‘O labirinto das obras públicas’

Durante da tarde de ontem (04) ocorreu a 1ª Edição do Ciclo de eventos regionais – LABIRINTO DAS OBRAS PÚBLICAS, promovido pela Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e organizado pela Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF) e com a correalização do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

O Distrito Federal foi o primeiro a receber o evento, que tem como objetivo visitar todos os demais estados brasileiros, com o intuito de entender os entraves locais e buscar soluções para o desenrolar das obras.

A Asbraco e Sinduscon-DF, além de entidades diretamente ligadas ao setor produtivo e aos micro, pequenos e médios empresários do ramo da construção civil, que hoje representam cerca de 95% do setor.

Para o presidente da Asbraco, Afonso Assad, o termo “Chão de Fábrica” exemplifica claramente os empresários de pequeno porte, atuantes no DF e associados a entidade, que se tornou uma das linhas de frente, ligada diretamente ao setor público. Segundo Assad, o setor tem buscado constantemente o diálogo com o governo para reduzir os entreves. “Em meus anos de experiência percebemos que os diálogos com a Controladoria têm se intensificado, hoje temos a liberdade de ir lá e colocar nossa posição, geralmente obtemos um retorno positivo e cada vez mais, visualizamos uma mudança cultural nas tratativas”, afirmou Afonso.

O presidente da Asbraco ainda pontuou diversos temas, abordando alguns problemas recorrentes para o setor, como aditivo contratual, que em sua maioria das vezes, se dar por projetos mal elaborados; problemas de reequilíbrio e reajustamento, atraso de pagamentos, dentre outros. “O empresário deseja apenas que se cumpra a Lei e se for o caso, que o governo abra negociação com o empresário quando necessário”, declarou Assad.

De acordo com Dionyzio Klavdianos, presidente do Sinduscon-DF, o conteúdo levantado durante debate trouxe muitas elucidações acerca do tema e poderá ser aproveitado pelas entidades locais para apurar a eficácia das ações perpetradas. “Foi uma honra recepcionar o primeiro labirinto promovido pela Cbic. Brasília tem uma situação até diferenciada dos demais estados pela qualidade de diálogo existente entre entidades do setor produtivo, governo e judiciário”, afirmou Dionyzio.

Segundo o vice-presidente do Sinduscon-DF e diretor de edificações da Asbraco, Ruyter Kepler de Thuin, o debate sobre o Labirinto Das Obras Públicas marca uma nova era que enfatiza obras públicas de qualidade. “Precisamos mudar essa cultura do menor preço para o melhor preço, a forma como o tema é tratado hoje provoca desestímulos às boas empresas, o princípio da isonomia precisa ser revisto, o tratamento igual para todos, em obras públicas só funciona para os iguais, não podemos tratar de forma igual os desiguais”, pontou Ruyter.

Sérgio Lemos, diretor de Urbanização da Novacap destacou 4 pontos: a necessidade de enxergar a Companhia como empresa executora; a possibilidade de autorização para se realizar contratação integrada para execução e manutenção de obras, para que, a exemplo disso, eventuais correções não fiquem defasadas pelo tempo; o extrapolamento de quantitativos sem a necessidade de se paralisar obras e a ausência de controle preventivo dos órgãos controladores, levantando a necessidade de se realizar mais trabalhos orientativos, com maior capacidade técnica.

Durante a explanação do subcontrolador de Controle Interno do DF, Gustavo Lírio, foi destacado a importância de se reduzir a assimetria de conhecimento e capacidade técnica operacional entre a administração pública e o setor privado por meio de 3 linhas de defesa. Sendo a 1ª formada pelo gestor, com a implementação de controles primários, a 2ª pela gerência dos controles de forma orientativa, disponibilizando para os gestores, novas ferramentas de checklist padronizados com a validação da auditoria e a 3ª linha com a própria auditoria interna. “Não acredito que exista um excesso de atuação do controle, o que eu vejo é que os controles primários não são eficazes, por isso a importância de se buscar pela redução dessa assimetria”, destacou Gustavo.

Para o secretário de Obras e Infraestrutura do DF, Luciano de Oliveira, debates como esse são de grande importância para o setor da Construção Civil que almeja o alinhamento de expectativas. “Estamos firmando parcerias sólidas com os órgãos de controle para poder alcançar as melhores soluções e um maior entendimento para as obras do DF”.

Segundo o Controlador-geral do DF, Paulo Wanderson, é preciso sempre fazer com que o governo dê certo e a prevenção é o melhor caminho. “O cenário atual não é muito bom por conta de erros primários que poderiam ter sido evitados no início, mas estamos buscando a mudança dessa realidade, vejo a CGDF como uma parceira, o interesse é convergente, estamos trabalhando com todos os gestores conforme sua realidade”, pontuou Paulo.

Para o presidente da Comissão de Infraestrutura (Coinfra) da CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge, o objetivo principal do estudo é apresentar uma interlocução construtiva com os agentes que atuam nos processos de licitação e contratação de obras públicas. “A ideia é aprofundarmos a discussão para garantir o principal, que é a entrega dos empreendimentos à sociedade nos prazos, com qualidade e nos custos adequados”, explicou Lima Jorge.

Fauzi Nacfur, diretor-geral do DER/DF explicou de forma sucinta que o diálogo entre as partes é a melhor opção para resolver os problemas dos entraves da construção, reduzindo burocracias, evitando a debanda de empresas, que atualmente não querem mais ser executoras devido aos muitos obstáculos enfrentados. “Ao logo dos meus 30 de experiência de governo do Distrito Federal, pude presenciar inúmeras situações, algumas vivenciadas por mim, onde uma tomada de decisão equivocada, mesmo que não gere  dando ao erário, por estar em discordância com os órgãos controladores geram multas altíssimas por falta de um diálogo entre as partes”.

Na compilação produzida por José Eduardo Guidi, Engenheiro, Perito Judicial e Especialista em Gestão Pública do Instituto de Ensino e Pesquisa de São Paulo e apresentada pela CBIC, diversos outros pontos receberam importantes destaques, como a questão do ‘apagão das canetas’ – temor de gestores públicos de assinar qualquer documento que lhes possa comprometer, inclusive como pessoa física, mediante os órgãos de controle e a Justiça e apresentação de propostas de ações a curto prazo que ofereçam segurança jurídica aos que participam direta e indiretamente dessas obras.

ACESSE AQUI O ESTUDO COMPLETO 

Também participaram do debate como palestrantes:

Cândido Teles de Araújo, Presidente da Cia. Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap);

Fernando Vernalha, Doutor em direito e sócio do VGP Advogados.

O evento ainda contou com público de médio de 120 empresários.

 

*Com informações da CBIC

Imagem: Acervo Asbraco

 

READ MORE

Labirinto das Obras Públicas: Setor terá ciclo de debates regionais

DATA: QUINTA-FEIRA 4 de JUNHO

HORÁRIO: 14h30 às 17h00

Webinar: CICLO DE EVENTOS REGIONAIS | LABIRINTO DAS OBRAS PUBLICAS – 1ª Edição Brasilia-DF

O evento dará início ao ciclo de debates regionais do setor sobre os entraves no desenvolvimento das obras públicas no Brasil.

Realização: @cbic.brasil@asbraco_df e @sinduscon_df
Correalização: @senai_nacional

Para participar, inscreva-se pelo link:
https://bit.ly/3c2KJaB

Dentre os principais obstáculos que serão destacados:

* A má qualidade dos projetos;

* A cultura da contratação pelo menor preço;

* A ação excessiva dos órgãos de controle;

* O receio de o administrador público tomar decisões e

* A burocracia nos processo.

O objetivo desse projeto é visitar todos os estados do Brasil para entender os entraves locais e buscar soluções para destravar as obras.

 

Fonte e Imagens: CBIC

READ MORE

Palavra do Presidente: Covid-19 e o setor construtivo de Brasília

Tínhamos uma grande expectativa sobre a retomada da construção civil no Distrito Federal (DF) para esse ano, porém fomos arrebatados pela presença de um novo vírus que se alastrou mundialmente.

Isso afetou e continuará a afetar pelos próximos meses a construção civil e toda a economia mundial.

No DF, nosso governador agiu de forma enérgica e objetiva na tentativa de desacelerar o contágio da doença e manteve apenas serviços essenciais, dentre eles, o nosso setor, a CONSTRUÇÃO CIVIL.

No início desse ano as projeções eram bastantes otimistas, com estimativa de crescimento para vários setores, a chegada do coronavírus mudou radicalmente esse cenário. Todos teremos que nos reinventar de alguma forma.

A construção civil, vem mantendo a economia no DF, porém em um ritmo mais lento. Estamos confiantes nas recentes ações tomadas pelo governador Ibaneis Rocha, que se mostrou um excelente gestor de crises. Sentimos os impactos desta pandemia, porém resolvemos nos unir, fazendo ações e campanhas solidárias em apoio ao Governo do Distrito Federal (GDF) e a população, com isso, seguimos otimistas na avaliação do cenário que virá pós crise.

Todas as ações adotadas pelo GDF fizeram a diferença. Rápida implantação do isolamento social, permissões de continuidade de obras, baixas taxas de juros e prazos diferenciados para todos os tipos de crédito.

Isso nos trará um fôlego daqui uns 4 à 5 meses, com uma possível retomada do setor, para que isso realmente ocorra, precisaremos de planejamento e engajamento.

READ MORE

BRB comemora 60 anos de Brasília com programação nas redes sociais

Programação será realizada nos dias 20 e 21. As atrações serão divulgadas nos próximos dias

Brasília vai completar 60 anos na próxima terça-feira (21/4) e, para comemorar, o Banco de Brasília (BRB) vai promover o festival #BRBplay, um evento com uma série de atrações nas redes sociais para os brasilienses festejarem, mesmo durante a crise de coronavírus.
De acordo com o banco, a programação será on-line e acontecerá em 20 e 21 de abril. O evento busca prestigiar artistas, educadores e empreendedores da cidade e entreter a população.
“A pandemia do coronavírus exige de nós responsabilidade, para com a saúde de todos, e criatividade para que os 60 anos da nossa cidade não deixassem de ser festejados. Estaremos em casa, mas todos declarando nosso amor por nossa cidade”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.
programação completa será divulgada nos próximos dias.
Fonte e Imagem: Correio Braziliense

 

READ MORE

SUPERA DF – BRB

O Supera-DF é um Programa criado pelo BRB para ajudar as pessoas, físicas e jurídicas, a superarem as dificuldades e os desafios que o momento exige.

São diversas ações de estímulo econômico, como: linhas de crédito com condições totalmente diferenciadas, suspensão de até 90 dias das cobranças de contratações já realizadas, carência de até 12 meses para novas contratações, ampliação dos canais de atendimento a distância, entre tantas outras soluções para auxiliar neste momento de crise.
Tudo isso para colocar o cidadão do Distrito Federal em primeiro lugar e tranquilizar a população. Afinal de contas, o mais importante neste período é manter a calma, preservar a vida e proteger a sociedade. Por isso mesmo o BRB está intensificando os programas sociais em parceria com o GDF. 

Além do mais, é preciso dar fôlego às empresas, mantendo a continuidade dos serviços e estimulando a economia nesse momento de fragilidade.

Saiba que o BRB é um Banco comprometido com nossa cidade, com as nossas empresas e, principalmente, com a nossa gente.

É HORA DE FICAR EM CASA

Nesse momento, em que todos devemos ficar em casa, conte com nossos canais digitais.

BRB BANKNET

Com ele você faz diversas transações financeiras e consultas, facilita o seu dia a dia, no horário que desejar e em qualquer lugar com acesso à internet. Clique aqui e acesse.

BRB MOBILE

O BRB Mobile está disponível nas lojas da App Store e Google Play.

BRB TELEBANCO

Telefones para atendimento:

3322-1515 (Distrito Federal)
4002-6161 (Rio de Janeiro capital e Goiânia)
0800 61 3030 (Outras localidades)
55 61 3322 1515 (Clientes no exterior)

ORIENTAÇÕES PARA O ATENDIMENTO

CONTINGÊNCIA DO ATENDIMENTO

Para evitar as aglomerações, reduzimos o número de pessoas no interior das agências

ATENDIMENTO DIGITAL

Você pode contactar seu Gerente de Relacionamento através do chat disponível no Mobile BRB

ROTINAS DE HIGIENIZAÇÃO

Reforçamos a higienização de todas as nossas unidades de atendimento e áreas de circulação do Banco, para sua segurança

TERMINAIS DE AUTOATENDIMENTO

Nossos terminais de autoatendimento estão por toda a cidade. Lembre-se de higienizar suas mãos após a utilização

SAIBA MAIS PELO SITE BRB

READ MORE

01/04 Transmissão ao vivo – Asbraco, Ademi/DF e Sinduscon/DF conversam com o BRB

AO VIVO – O Sinduscon-DF, a Ademi-DF e a Asbraco realizarão live com o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, para tratar sobre as ações do banco para o setor produtivo e combate aos efeitos da crise do Coronavírus.

Programe-se!

A transmissão será na quarta-feira, 1º de abril, às 10h.
No dia e horário marcado, acesse: https://bit.ly/3akkhJD

READ MORE

Palavra do Presidente

Nossa visão para 2020, diante do setor da Construção Civil e a economia do Distrito Federal (DF) é de crescimento. Apesar das recentes quedas da prospecção do PIB, de 2,30% para 2,17% segundo as pesquisas realizadas pelo Mercado Focus e divulgadas pelo Banco Central, a expectativa ainda é muito boa para este ano. Pois o crescimento do PIB, mesmo com essas baixas, em conjunto com o recente pacote de obras anunciado pelo GDF para Brasília e o Entorno, aliado a notícias de novos investidores, traz ânimo ao setor.

No início deste ano, já foi possível sentir essa mudança de ares entre as ações do governo e o setor construtivo do DF. Existem diversos projetos e licitações previstos para 2020 e 2021, o que, de forma bastante eficiente, faz girar a economia, fomentando novos empregos e rendas.

E, por essas ações, um assunto que se tornou essencial foi a implantação de Programas de Integridade, tanto pelo próprio governo, quanto pelas  empresas privadas através da Lei 6.112/18 que entrou em vigor no dia 1º de janeiro deste ano e já foi devidamente regulamentada por meio do decreto 40.388/20.

Ao contrário do que muitos pensam, uma empresa nunca se preocupa somente com os seus lucros, atualmente, os processos de um empreendimento vão muito além, por exemplo, a qualidade da sua matéria-prima, o impacto ambiental, a qualidade dos seus produtos e serviços, as condições de trabalho dos funcionários e o desenvolvimento dos valores da empresa, além de ações para o combate a práticas ilícitas, seja qual for o porte da empresa.

Hoje, a nova Lei estipula valor e prazo para a obrigatoriedade de implantação do Programa de Integridade para todas as pessoas jurídicas que celebrem contrato, consórcio, convênio, concessão, PPP’s e quaisquer outros instrumentos, sejam diretos, indiretos ou emergenciais, porém, o conceito de Integridade já está inerente a todos os órgãos, empresas, estabelecimentos e afins.

A Asbraco vem trabalhando, desde o ano passado, de forma profissional e técnica, para prestar apoio às empresas associadas, quem precisar de orientação pode nos procurar no 3361-6595. Lembrando que, a obrigatoriedade é somente para a implantação e não para certificação.

Outro tema de destaque para esse ano certamente será a Reforma Tributária, formatada pelas Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 45/2019, da Câmara, e 110/2019, do Senado, com ideias de unificação de impostos, tais como: IPI, PIS, Cofins e ICMS e ISS, estadual e municipal, respectivamente, criando o chamado Imposto sobre Bens e Serviços (IBS).

Já a proposta do Governo Federal será o  Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que substituiria PIS/Cofins; criação de um imposto seletivo, que incidiria sobre bens e serviços específicos, como cigarros e bebidas no lugar do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); e, por último, mudanças no Imposto de Renda, retomada da tributação sobre lucros e dividendos e desoneração da folha de pagamentos.

Há duas semanas, o Congresso criou uma comissão mista para buscar um consenso em relação à Reforma Tributária, que, dentro de um prazo de 45 dias, deseja resolver impasses que se estendem há décadas na discussão sobre o assunto no país.

De forma geral, a unificação de impostos e desburocratização processuais são importantes oportunidades para se fomentar um amplo debate sobre a viabilização e implementação da tão esperara Reforma Tributária, mais justa socialmente, e que promova a simplificação tributária.

A Asbraco tem acompanhado esses e diversos outros temas, sempre com o foco voltado para a procura de benefícios ao setor e ao empresário.

READ MORE