O setor da construção civil acelera seu processo de recuperação. É o que aponta o resultado do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta última sexta-feira (21) pelo Ministério da Economia, com a geração 41.986 novas vagas com carteira assinada em julho de 2020. “O segundo resultado positivo consecutivo”, destaca a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos.

O resultado representa um crescimento de 147,92% no número de vagas geradas em relação ao mês anterior (16.935 novas vagas – dado revisto pelo Caged).

O saldo de julho/2020 também foi melhor do que o observado em igual mês de 2019 (18.721 novas vagas) e foi o melhor resultado deste ano. “A Construção só foi menor, em julho, do que a Indústria, que gerou 53.590 novas vagas”, ressalta Vasconcelos.

Todos os segmentos da construção registraram resultados positivos em julho:

  • Construção de edifícios 15.120 vagas
  • Infraestrutura 16.858 vagas
  • Serviços especializados 10.008 vagas

Veja íntegra de análise sobre o assunto no Informativo Econômico do Banco de Dados da CBIC.

 

 

Fonte e Imagem: CBIC