Distrito Federal descarta 150 toneladas de vidro por dia, mas não há separação e nem reciclagem. Por meio de uma parceria com o SLU, material começa a ser recolhido nos bares do Setor Bancário.

A partir de uma parceria com o Sistema de Limpeza Urbana (SLU), uma empresa privada passou a recolher garrafas de vidro em bares e restaurantes do DF, sem cobrar pelo serviço. A Green Ambiental busca o material descartado e encaminha para uma empresa em São Paulo, onde o vidro é reciclado.

Por enquanto, dez estabelecimentos do DF participam do projeto. A coleta é feita duas vezes por semana, apenas no Setor Bancário Sul. Para que o vidro seja recolhido, ele deve ser colocado dentro de tambores de plástico disponibilizados pela empresa.

“O tipo de vidro que deve ser separados são potes e garrafas . O que não pode ser descartado para o galpão são lâmpadas e vidros laminados”

Processo

O vidro recolhido no centro de Brasília é levado para um galpão na área de desenvolvimento econômico, em Águas Claras onde é separado. Depois, o material é encaminhado para São Paulo onde e entregue para uma empresa de reciclagem que paga R$ 280 por tonelada de vidro recolhido.

Vidro é recolhido em estabelecimentos do DF duas vezes na semana (Foto: Reprodução/TV Globo )

Vidro é recolhido em estabelecimentos do DF duas vezes na semana (Foto: Reprodução/TV Globo )

De acordo com o diretor da Green Ambiental Paulo Gregório, com a quantidade de bares e restaurantes em Brasília, o volume de vidro recolhido pode ser maior. “Estamos negociando para levar os coletores na sexta-feira e retirar o vidro na segunda, assim a população teria condições de colocar o material nas caçambas preparadas”, diz ele.

Sem reciclagem no DF

O Distrito Federal não tem reciclagem de vidro. O descarte do material é feito junto com o lixo orgânico. Desde outubro do ano passado, os comerciantes que produzem mais de 120 litros de lixo são responsáveis pelo próprio descarte.

O SLU só é responsável pelo recolhimento de materiais recicláveis, e o vidro não está na lista.

Cervejas artesanais, cervejaria artesanal, trina, marabaixo, neguinha, cerveja, garrafas, (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

Cervejas artesanais, cervejaria artesanal, trina, marabaixo, neguinha, cerveja, garrafas, (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

No ano passado, um projeto de lei chegou a ser proposto para obrigar uso de garrafas de vidro retornáveis no DF. Segundo a presidente do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Kátia Campos, a medida era uma necessidade ambiental e econômica urgente, já que não há empresas de reciclagem do material no Distrito Federal.

Serviço:
Comerciantes que desejarem realizar o cadastro para a coleta devem entrar em contato pelo telefone (61) 3037-8027 / 3024-1448 / 98212-7769 ou pelo e-mail contato@greennambiental.com.br

 

Fonte e Imagem: G1