O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) de imóveis residenciais novos em julho foi o maior dos últimos três anos em um mesmo mês, aponta a mais recente Pesquisa IVV do Setor Imobiliário do Distrito Federal, apresentada hoje. A Pesquisa sinaliza que os negócios no setor estão favoráveis, sendo que o IVV dos imóveis residenciais de julho atingiu 6,8%. O indicador mensal apurado é bastante positivo segundo as entidades do setor. Isso porque um IVV de 5% já representa um cenário otimista nos estudos de viabilidade de um empreendimento imobiliário.

Segundo Eduardo Aroeira, Presidente, em exercício da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF), os dados confirmam a recuperação das vendas. “No atual momento econômico do país, o imóvel é o investimento mais seguro” afirma.

A Pesquisa IVV acompanha mensalmente, desde janeiro de 2015, o ritmo de vendas de imóveis novos nas várias regiões administrativas do DF, levando em conta os imóveis ofertados (lançados, em construção e prontos) no mercado. A amostra da pesquisa representa 83% do mercado e conta com a participação de 32 das principais empresas atuantes no DF. As vendas dos imóveis são informadas pelas incorporadoras participantes da pesquisa, conduzida pela ADEMI-DF e pelo SINDUSCON-DF – Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF, com apoio do SEBRAE-DF. A empresa Opinião Informação Estratégica é responsável pela coleta, tabulação e análise das informações, obtidas junto às empresas que aderiram voluntariamente ao projeto.

IVV RESIDENCIAL
DADOS DA PESQUISA IVV JUlHO/2018
A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir o ritmo dos negócios de imóveis novos residenciais e comerciais no DF e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas dos empreendedores.
IVV Residencial
O IVV dos imóveis residenciais em julho foi de 6,8% – considerado o melhor mês de julho desde o início da pesquisa, em 2015. O gráfico da oferta de imóveis residenciais, comparativo dos anos 2015, 2016 e 2017, demonstra que a oferta cai há vários anos e, assim, o DF se ressente de mais lançamentos imobiliários para reequilibrar a ‘lei da oferta e procura’. “No mês de julho, apenas uma empresa ofertou imóveis em lançamento – no Noroeste”, comenta Eduardo.
OFERTA DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS

Em 2017 a oferta média de imóveis residenciais novos no DF, entre as empresas pesquisadas, foi de 3858. De janeiro a julho 2018 a oferta média está em 3.506 unidades. Somente em julho foram ofertadas 3.478 unidades residenciais.

As quantidades de imóveis informadas se referem aos negociados pelas empresas participantes da pesquisa e não representam o total de imóveis em oferta ou negociados em todo o DF. Os percentuais informados podem ser projetados para a representação de todo o mercado imobiliário do DF.

 

Venda líquida mostra solidez do mercado imobiliário

 

Uma informação apurada na pesquisa do IVV tranquiliza tanto os empresários do setor quanto os compradores de imóveis: as vendas líquidas de residenciais novos totalizaram 84%, ou seja, a cada 100 unidades negociadas, 84 foram efetivamente vendidas. Este dado é a melhor venda líquida da série histórica da pesquisa mensal realizada pela ADEMI-DF.

VENDAS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS
Valor do m² imóveis residenciais
Entre várias informações do mercado imobiliário do DF, a pesquisa do IVV aponta a variação do preço ofertado por m² dos imóveis residenciais em cada região. Em julho, a Asa Norte registrou o maior valor de oferta: R$ 14.878,87; o mais baixo foi ofertado em Santa Maria – R$ 2.959,70.
PREÇO DO M² – IMÓVEIS RESIDENCIAIS EM OFERTA – JULHO/2018
IVV COMERCIAL
O gráfico a seguir mostra a evolução do IVV dos imóveis comerciais. O desempenho do IVV em julho de 2018 foi de 1,4%.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

– ADEMI-DF – Profissionais do Texto

Site: www.profissionaisdotexto.com.br
E-mail: sergio@ptexto.com.brkmonteiro@ptexto.com.br

Telefone: (61) 3327-0050

– SINDUSCON-DF

Site: www.sinduscondf.org.br/portal/
E-mail: luciane@sinduscondf.org.br

Telefone: (61) 3234-8310 – r.235