Solenidade aconteceu ontem (10), no espaço de eventos, Porto Vittoria, no setor de clubes sul. Os vencedores da noite tiverem reconhecimento por suas iniciativas nas áreas voltadas à responsabilidade social do setor da Indústria da Construção no país, com o intuito de fortalecer e estimular o desenvolvimento de projetos dentro do setor produtivo.

Com mais de 10 anos de história, a premiação segue as diretrizes da ISO 26000, segundo a qual a responsabilidade social se expressa pelo desejo e pelo propósito das organizações em incorporarem considerações socioambientais em seus processos decisórios e a responsabilizar-se pelos impactos de suas decisões e atividades na sociedade e no meio ambiente.

O presidente da CBIC, José Carlos Martins abriu o evento com o lançamento do 92º Encontro Nacional da Indústria da Construção (ENIC), que será realizado de 13 a 15 de maio de 2020, em Brasília. A apresentação do ENIC contou com a participação dos presidentes de entidades do Distrito Federal que apoiam a realização do encontro: Associação Brasiliense de Construtores (Abraço), Luiz Afonso Assad; Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon-DF), Dionizio Klavdianos e Associação do Mercado Imobiliário (Ademi-DF), Eduardo Aroeira.

Para o presidente da Asbraco, o prêmio CBIC demostra que as empresas veem investindo cada vez mais em projetos sociais e se preocupando com os seus colaboradores. “Isso afeta e modifica positivamente o setor, por isso a importância de se prestigiar eventos como esse”, declarou.

Os grandes vencedores foram:

Na categoria Empresa, a RioMix Argamassa, com o projeto ‘Emboço Social’, que beneficiou famílias pobres com o revestimento de suas casas com cimento, no Rio de Janeiro. O troféu foi entregue ao representante Rafael Musiello;

Na categoria Seconci (Serviço Social da Indústria), o Serviço Social do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Seconci Paraná), que realizou o projeto Sorrisos que Constroem o Brasil, representado por Samantha Baratto;

Na categoria Reconhecimento Social, o Serviço Social da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópolis (Seconci Florianópolis), representado por Marco Aurélio Alberton. A entidade foi reconhecida pelo papel relevante desenvolvido ao longo de sua história.

Foram convidados para participar da entrega dos troféus o ex-secretário Nacional de Habitação, Celso Matsuda, o diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rafael Lucchesi, e o presidente Seconci Brasil, Antônio Carlos Salgueiro. A solenidade foi prestigiada por mais de 400 pessoas, entre empresários, executivos e dirigentes de entidades da Indústria da Construção de todo o Brasil, assim como parlamentares e representantes do setor produtivo em geral.

O evento foi apresentado pela atriz Maria Paula Fidalgo e contou com a apresentação da Orquestra Jovem Reciclando Sons, regida pela maestrina Rejane Pacheco, que recebeu uma placa da CRS/CBIC pelo trabalho desenvolvido com os músicos.