Em um artigo publicado pelo blog do Buildin eles citam que a indústria construção civil deverá registrar crescimento após 4 anos de retração, há um forte otimismo no mercado.

Segundo o Banco Central do Brasil, o crescimento poderá alcançar 2,5% .

Essas são boas previsões mas que não devem ser tomadas a risca, pois não há garantia de crescimento. Porém para muitos especialistas o ano é de boas águas, e como já vimos no passado em anos de eleição sempre ocorre um injeção de verba no mercado, principalmente para empresas que trabalham com obras públicas.

As principais causas para o otimismo em 2018, são:

  • Queda nas taxas de juros, terminamos 2017 com redução de 7,5%, menor nível registrado em 60 anos;
  • Melhora do crédito, em consequência da diminuição dos juros;
  • Recuperação da economia e do mercado de trabalho, devido ao aumento da confiança do público;
    Aquecimento do mercado imobiliário.

Inovação na Construção Civil

A inovação na construção civil está vindo com tudo. Como melhora nos processos que resulta em diminuição de gastos e redução do prazo de execução. Abaixo vamos listas algumas tendências para este ano relacionadas a inovação e tecnologia:

Construtechs:

Construtech são as empresas de startups do setor da construção civil. E como toda startup o objetivo principal é unir tecnologia para trazer soluções de problemas ou para dificuldades do mercado e na indústria da construção não poderia ser diferente.

Internet das Coisas (IoT – Internet of Things)

Internet das Coisas diz respeito ao desenvolvimento de produtos conectados à internet. Televisões, geladeiras, óculos e até fones de ouvido capazes de estimular o cérebro, fazendo com que o órgão trabalhe melhor.

Isso ajuda a amenizar as dificuldades de comunicação, por exemplo. Com o uso da Internet das Coisas, os engenheiros podem, inclusive, reunir informações detalhadas do que está acontecendo no canteiro de obras em tempo real e automatizar processos como pedidos de novos materiais e ferramentas.

Realidade Virtual

Com a realidade virtual os profissionais da construção civil terão muito mais facilidade no momento de executar uma obra ou realizar um serviço antes mesmo dele ter começado. Isso tudo através de modelos em 3D, é possível criar modelos exatos de um projeto e visualizar suas dificuldades ou problemas de execução.

Tecnologia BIM

A tecnologia BIM é provavelmente a principal tendência do mercado de 2018, ela caiu no gosto das empresas e não por acaso os métodos colaborativos como esse tendem a ter seu uso cada vez mais frequente no dia a dia.

Estruturas Modulares

Esse tipo de tecnologia não é novo, mas tem se tornado cada vez mais comum. O que tem se observado é que a construção fora do local, como também é conhecida a estrutura modular, otimiza o tempo e melhora a qualidade final da construção.

As estruturas modulares, além de mais baratas, são mais rápidas. Casas modulares oferecem opções personalizadas. Encanamentos, pisos de cerâmica e espécies de madeiras são alguns dos exemplos.

Drones

Os drones são miniaeronaves comandadas por controle remoto, sem tripulação. São normalmente utilizados para tarefas complicadas, principalmente em lugares de difícil acesso.

Para fins construtivos, podem ser utilizados na descrição topográfica de um terreno, além de facilitar o acompanhamento visual e mais preciso da obra. Além disso, é uma boa ferramenta de identificação de riscos em terrenos onde se pretende construir.

Calçadas Impressas em 3D

O sistema de calçadas impressas 3D se baseia na impressão de blocos de peças sustentáveis. Esses blocos são depositados em uma máquina que os coloca automaticamente nos pavimentos. O equipamento faz tudo isso com agilidade e organização.

Os projetos são feitos de maneira digital e depois são materializados. E não se resume apenas a calçadas. A impressão 3D permite também fazer estruturas de imóveis.

Eventos que irão acontecer em 2018 da Industria da Construção Civil:

Construtech Conference – São Paulo – 22 de fevereiro
Expo Revestir – São Paulo – 13 a 16 de março
ENEC – Rio de Janeiro – 3 a 6 de abril
Feicon Batimat – São Paulo – 10 a 13 de abril
ENIC – Florianópolis – 16 a 18 de maio
Fabricon – Blumenau – 24 a 27 de maio
ExpoConstruir – Fortaleza – 20 a 23 de junho
Construsul – Porto Alegre – 1º a 4 de agosto
Ficons – Olinda/Recife – 11 a 15 de setembro

Fonte e Imagem: PSAsistema