Radar Trabalhista da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) do dia 1º de junho destaca que, de janeiro a abril de 2020, houve 4.999.981 admissões e 5.763.213 demissões no país, com resultado de -763.232. No primeiro quadrimestre de 2019, o Caged registrou 5.529.457 ad­missões e 5.215.622 demissões, com um saldo positivo de 313.835. Ou seja, as admissões caíram 9,6% e as demissões subiram 10,5% no intervalo de um ano. O resultado da cons­trução civil ficou negativo em -21.837.

Além desse destaque da semana, o Radar Trabalhista CBIC nº 0148 traz uma seleção de decisões publicadas de 25 a 29 de maio de 2020, por Tribunais Superiores, Executivo, Ministério Público do Trabalho, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho e e-Social, como a do Supremo Tribunal Federal (STF) que recebeu 2,5 mil processos relacionados à pandemia da Covid-19 desde 12 de março, quando foi publicada resolução implementando medidas de dis­tanciamento social como prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

Nesse período, foram proferidas mais de 2,3 mil decisões a respeito da matéria. As informações constam no Painel de Ações Covid-19, página no site do Supremo onde é possível acompanhar dados atualizados sobre todos os processos em curso relacionados à pandemia.

O informativo integra o projeto ‘Monitoramento de Normativos e Dados de SST/RT – Radar Trabalhista’, realizado pela CBIC, por meio da sua Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT), com a correalização do Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional).

Confira a galeria com todas as edições do Radar Trabalhista.

 

Fonte e Imagem: CBIC