Com o objetivo de conhecer novas propostas do BRB, bem como apresentar demandas do setor, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), recebeu o presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa, em reunião organizada em conjunto com a Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco) e a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), na manhã desta última terça-feira (27).

O evento apresentou importantes resultados dos recentes trabalhos e produtos produzidos pelo BRB, com novas condições de negócios, como o intuito de fomentar geração de empregos e rendas para Distrito Federal. “Esse setor da Construção Civil, seja ela pesa, seja o ramo habitacional é fundamental para o desenvolvimento do DF e eles podem contar com esse novo BRB, temos boas condições e capacidade de competir e acreditamos muito no desenvolvimento do setor, afirmou o presidente do BRB, Paulo Henrique.

O presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, fez a abertura do ao evento, destacando o dinamismo do presidente do BRB, que, segundo ele, tem colocado energia no compromisso que assumiu com a cidade. E para atender às empresas, Klavdianos sugeriu a criação de um “gabinete de crise”, para que as questões sejam apresentadas e resolvidas. Na oportunidade, entregou documento com pendências de algumas empresas associadas, para que o BRB possa dar prosseguimento.

Com a palavra, o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, destacou que a construção civil é uma prioridade para o banco, “principalmente pelo impacto social que provoca, pela extensa cadeia produtiva e a necessidade que temos de estimular a economia”. Para ele, quando se analisa pelo lado bancário, é um segmento que traz oportunidades de negócios.

Paulo Henrique ainda explicou que, nestes primeiros meses à frente da instituição financeira, buscou entender as demandas e dar um choque de gestão, procurando direcionar a atuação para tornar o BRB um banco de fomento, mais próximo do setor produtivo. “Entendemos que os produtos oferecidos pelo banco público devam causar, também, impacto social e protagonismo no desenvolvimento da região”, ressaltou.

O presidente do BRB, apresentou alguns benefícios do banco, específicos para o setor da construção civil. Por exemplo, o Plano Empresário, que para os associados ao Sinduscon-DF, Ademi-DF ou Asbraco tenham taxas diferenciadas.

Segundo o presidente da Asbraco, Afonso Assad, o trabalho do BRB tem melhorado consideravelmente, com extrema qualidade, novas ações e importantes resoluções que o banco tem apresentado para o setor produtivo da construção civil. “Houve uma melhoria nos financiamentos imobiliários e nas relação com as empresas de obras públicas, eventos como esse são bastantes proveitosos, sentimos que o banco está tentando evoluir e melhorar nas ações com o setor produtivo”, declarou Afonso, e ainda sugeriu um novo encontro, específico para debater sobre a área pública.

Para Eduardo Aroeira, presidente da Ademi-DF, o BRB é referência como banco da Pessoa Jurídica. “É o que trabalha melhor neste sentido, mas percebi que há esforço para se tornar o banco da Pessoa Física também”, elogiou.

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, expôs diversos novos produtos que irão atender diretamente o setor empresarial do DF, a data prevista para o lançamentos desses produtos ainda não estão definidas, mas a intenção é que sejam ainda essa ano. Na oportunidade, Paulo Henrique pontuou que, encontros como estes, são importantes e devem ser feitos com periodicidade, ao menos trimestral, para se ter número e discussão sobre desempenho. “À medida que a gente conhece melhor a realidade econômica e a realidade das empresas, fica mais fácil empreender ações de incentivo”, reforçou.

Cerca de 70 pessoas prestigiaram o evento, que contou com a presença do presidente do Codese-DF, Paulo Muniz; a presidente do Crea-DF, Fátima Có; o presidente do Sticombe, Raimundo Salvador; o presidente do Seconci-DF, Marcelo Guimarães; além de diretores da casa, associados e empresários do setor.

Com informações da Assessoria do Sinduscon-DF

Imagens: Assessoria Asbraco