Projeções são destinadas a diversas atividades econômicas, em 14 RAs, e atendem dos pequenos aos grandes investidores

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) publicou novo edital de licitação de imóveis. São 100 terrenos disponíveis para venda em todo o DF – a grande maioria projeções para a implantação de atividades econômicas diversas e que atendem do pequeno ao grande investidor.

O certame, marcado para o dia 1º de setembro, às 9h, permanece de forma virtual. Todo o procedimento licitatório pode ser feito via online. Já os clientes que tiverem interesse de entregar a proposta de compra e o comprovante da caução pessoalmente, ainda contam com a opção do drive-thru.

O 8º edital do ano traz terrenos singulares. Um deles fica no Centro de Atividades do Lago Norte, região nobre de Brasília. Com área de 36,1 mil m², o imóvel é destinado para construção de unidade hospitalar e possui alto valor agregado. Neste caso, o lote pode ser pago em até 36 meses, com entrada a partir de R$ 2,1 milhões.

R$ 42,9 milhões
Valor de um terreno de 36,1 mil metros quadrados no Centro de Atividades do Lago Norte

No Sudoeste, por sua vez, há disponível um terreno para uso institucional. No local, por exemplo, podem ser exercidas atividades culturais ou religiosas. O imóvel tem metragem de 1,5 mil m² e entrada a partir de R$ 201,5 mil, também podendo ser parcelado em até três anos.

Ao todo, a Terracap irá licitar 100 imóveis, em 14 Regiões Administrativas (RAs) do DF. Águas Claras, Brasília, Ceilândia, Gama, Guará, Samambaia, são algumas opções para quem busca lotes para investir. O download do edital com a lista dos imóveis, endereços, metragens e preços pode ser feito no site da Terracap (www.terracap.df.gov.br).

Os interessados devem guardar os prazos: caução até dia 31 de agosto e licitação em 1º de setembro. As condições de pagamento, a depender do imóvel escolhido, são: 5% de caução, entrada (com abatimento da caução) e o restante em até 180 meses.

E o momento de investir em terrenos parece bom para as incorporadoras. Levantamento divulgado nesta semana mostra ótima movimentação do mercado imobiliário durante o mês de junho, alavancando o cenário positivo do primeiro semestre. O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) alcançou 11,1% no período e foi considerado o melhor do ano.

Esse segmento também deve ficar de olho no edital da Terracap. Há opções de imóveis para habitação multifamiliar – construção de prédios residenciais – em Águas Claras, por exemplo. Na QS 07, há lote com área de 1,1 mi m². A entrada inicia é de R$ 86,1 mil e 36 meses para pagar.

O 8º edital também contempla o pequeno empresário. Em Samambaia, são 33 oportunidades. Na região administrativa, o licitante encontrará lote com metragem de 100 m², cuja entrada é a partir de R$ 6,6 mil. O restante pode ser pago em até 180 meses. De acordo com as definições de uso e ocupação do solo, empresas de todo o setor produtivo podem se instalar nos imóveis.

Aos 30 anos de existência, Samambaia possui núcleo urbano dinâmico, numeroso e consolidado. Com mais de 250 mil habitantes, a RA tem comércio em expansão, rede pública de escolas e hospitais, além de parque ecológico. A região também é servida por malha viária planejada, que inclui um ramal da Metrô-DF. Tudo isso torna o bairro atrativo para investimentos.

 

Nas regiões administrativas do Gama, do Guará e da Ceilândia também há terrenos com preços acessíveis para quem quer expandir ou abrir um novo negócio. Na Ceilândia, são 12 oportunidades. O menor tem metragem de 365 m² e entrada a partir de R$ 17 mil. Já no Gama, são cinco terrenos com tamanhos que variam de 275 m² a 3,5 mil m². Neste caso, as entradas são a partir de R$ 11 mil.

No Guará, cidade com poucas unidades e grande procura nas licitações da Terracap, são quatro lotes: o mais em conta, com entrada de R$ 203 mil e metragem de 1,6 mil m².


Como participar da licitação?

Alguns cuidados são necessários para participar da licitação. Veja o passo a passo:

  1. Leia atentamente o edital disponível no site da Terracap;
  2. Escolha o imóvel;
  3. Preencha a proposta de compra – disponível no site da Terracap (https://comprasonline.terracap.df.gov.br/);
  4. Recolha a caução, correspondente a 5% do valor do lote, que funciona como exigência para habilitação na licitação;

Atenção: O valor deve ser recolhido em uma agência do BRB, mediante depósito identificado, transferência eletrônica (TED) ou pagamento de boleto expedido no site da Terracap, necessariamente em nome do próprio licitante ou pelo seu legítimo procurador até o dia 31 de agosto. A não apresentação da procuração implica em desclassificação automática do licitante. A licitação ocorrerá no dia subsequente, 1/9;

  1. Entregue a proposta. Há duas opções de fazer isso: dirigir-se à Terracap e depositar o documento devidamente preenchido na urna da Comissão de Licitação, no drive-trhu disposto no estacionamento, no dia 1º de setembro, entre 9 e 10h, ou optar pela proposta online, anexando o comprovante de pagamento de caução. Neste caso, a proposta também deve ser enviada eletronicamente no mesmo dia e horário.
  1. É dever do licitante atentar para todas as cláusulas do edital, em especial a que se refere à possível incidência do pagamento de taxa de Outorga Onerosa de Alteração de Uso (Onalt) ou do Direito de Construir (Odir).

Para os licitantes preliminarmente classificados, a documentação exigida no edital deve ser entregue por meio da plataforma online, acessando-se o site www.terracap.df.gov.br, no menu Serviços, opção Requerimento Online, ou por meio do endereço eletrônico da Comissão de Licitação.

 

 

 

 

Fonte e Imagens: Agência Brasília com informações da Terracap