Vamos planejar juntos?

Representantes dos Conselhos de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico (Codeses) estiveram reunidos ontem (27), em Brasília, para alinhamento de ações que visam a adoção de estratégias nacionais relacionadas ao projeto ‘O Futuro da Minha Cidade’, realizado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em correalização com o Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional).

Visando uma amplitude de âmbito nacional de sensibilização de governança colaborativa e protagonismo da sociedade civil, no mesmo dia o consultor em sustentabilidade Silvio Barros e a gestora de projetos da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CMA) da CBIC, Alessandra Beine Lacerda, visitaram os representantes do Fórum Nacional dos Prefeitos (FNP), Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Organização das Nações Unidas (ONU), que demonstraram receptividade em alinhar o projeto com ações já realizadas pelas entidades.

A reunião contou com a participação de membros dos Codeses das cidades de Bento Gonçalves (RS), Brasília (DF), Goiânia (GO), Manaus (AM), Maringá (PR), Uberaba (MG) e Uberlândia (MG).

Essas cidades se transformaram em referências de boas práticas e conseguiram estruturar a sociedade local para definir os projetos estratégicos dos seus municípios e comprovaram que é possível, viável e imprescindível garantir a continuidade das ações locais e evitar que as mesmas sejam modificadas a cada quatro anos, em novas eleições.

O objetivo de realizar a troca de experiência relacionadas aos problemas enfrentados e compartilhamento das boas práticas desenvolvidas, por cada um dos conselhos nas suas respectivas cidades, foi alcançado.

Além disso, vislumbrou-se a possibilidade de constituir um ‘GT Nacional’ dos Conselhos para manter a interlocução com entidades que abordam a mesma temática: Fórum Nacional dos Prefeitos (FNP), Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Organização das Nações Unidas (ONU), Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e outros.

Na oportunidade, foram debatidas diretrizes mínimas para serem estabelecidas no plano estratégico de longo prazo dos municípios e aquilo que precisa ser observado ou até mesmo sugerido aos planos de governo dos candidatos às eleições de 2020.

A intensão é multiplicar as boas práticas das cidades citadas e instigar outras pessoas a assumir o sentimento de protagonismo, de ser parte do problema e da solução para a sua cidade.

O objetivo é apoiar a sociedade civil a dialogar de forma mais assertiva com os candidatos às eleições, propondo um compromisso mútuo de não permitir a descontinuidade de obras e projetos estruturantes, ainda que haja mudança na gestão pública local e estabelecer soluções de longo prazo, alinhado com as novas tendências tecnológicas e com os objetivos do desenvolvimento sustentável.

Assim como em outros projetos da CBIC, ‘O Futuro da Minha Cidade’ levantará a bandeira de otimizar os recursos públicos e mitigar obras paralisadas que afetam e comprometem os orçamentos em todas as esferas governamentais.

Instituído em 2012, ‘O Futuro da Minha Cidade’ visa desenvolver e fortalecer o protagonismo na sociedade civil organizada para pensar e atuar no planejamento de um futuro de pelo menos 20 anos para as cidades, de forma apartidária, superando as gestões públicas.

O projeto surgiu da experiência bem sucedida da cidade de Maringá-PR, por meio do seu Conselho de Desenvolvimento Econômico (Codem/Codese), que possui um caráter deliberativo e consultivo e tem como finalidade propor e fazer executar política de desenvolvimento econômico, social e planejamento urbano e tem como características a participação voluntária, visão de futuro e planejamento, suporte técnico profissional, representatividade política apartidária, foco no desenvolvimento econômico e representatividade da sociedade organizada.

 

 

Fonte e Imagem: CBIC