O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, se reuniu na quinta-feira (15), em Brasília, com o secretário especial adjunto de Política Econômica do Ministério da Economia, Esteves Pedro Colnago Junior, e o senador Luís Carlos Heinze (PP/RS), para tratar de questões relacionadas aos atrasos de pagamento do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), Faixa 1, às empresas do setor da construção.

O programa já acumula cerca de R$ 500 milhões em repasses atrasados, o que pode afetar diretamente os empregos de 200 mil trabalhadores pelo país.

No encontro, Martins e o senador Heinze reivindicaram a liberação urgente dos recursos atrasados.

Solicitaram ainda uma linha de crédito de capital de giro e um cronograma de pagamento, sem custos incorridos.

A reunião também contou com a participação de Luis Henrique Macedo Cidade, coordenador de Relações Institucionais da CBIC; Renato Gemelli Bonadiman, assessor do senador Heinze, e Vítor Saback, da Subchefia de Assuntos Parlamentares da Presidência da República.

Fonte e Imagem: Agência CBIC