Lançado em março, o programa oferece um abrangente pacote de soluções, como o crédito com carência de até dois anos para pagar

A pandemia de covid-19 impôs desafios e dificuldades a todos os brasileiros. Além do temor em relação à doença, o novo coronavírus impactou diretamente nos negócios e no sustento dos cidadãos. Diante desta situação, o Banco de Brasília (BRB) criou o Supera-DF, um abrangente programa com o objetivo de oferecer aos clientes – pessoas físicas e jurídicas – soluções para minimizar os efeitos econômicos provocados pela crise.
Pouco tempo depois do lançamento do programa, o BRB decidiu ampliá-lo. Até o momento, já foi disponibilizado R$ 1,6 bilhão. “A demanda tem sido grande e o BRB, como banco oficial do DF, trabalha com foco total para colaborar com as empresas e as pessoas de Brasília nesse difícil momento que todos estamos enfrentando”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.
Entre as ações do Supera-DF, está a suspensão de 90 dias na cobrança de contratações já realizadas. Nessa modalidade, o prazo do contrato permanece o mesmo e os encargos prorrogados são recalculados e incorporados ao saldo devedor. E, no caso dos clientes PF, o BRB é o único banco que incluiu a modalidade de crédito consignado no programa de suspensão de 90 dias dos pagamentos de operações.
Para os empresários que desejam investir, o Supera-DF oferece até dois anos de carência e 120 meses para pagar, com juros a partir de 0,92% ao mês. Para capital de giro, a carência é de até 12 meses, e o cliente paga em 48 vezes com juros mensais a partir de 0,80%.
No caso do BRBCard, o banco também oferece condições diferenciadas. É possível parcelar a fatura do cartão em até 12 vezes, com taxas a partir de 4% ao mês. O cliente pode, ainda, negociar as dívidas com atraso superior a 65 dias com taxas mensais a partir de 1%.
Todo esse pacote de medidas só foi possível graças ao esforço do BRB, que tem se empenhado ao máximo para que a análise de crédito não demore mais do que 72 horas. “Estamos trabalhando duro para ajudar o DF a superar os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus. Como banco público, nosso papel é estar ao lado do povo e das empresas do Distrito Federal”, afirma o presidente do BRB.
BRB | SUPERA DF - MICROCRÉDITO
BRB | SUPERA DF – MICROCRÉDITO(foto: )
Saiba como aderir ao Supera-DF
Pessoa Jurídica
Passo 1: caso ainda não seja cliente BRB, recolha toda a documentação necessária para abertura da conta. Clique AQUI para saber o que você precisa.
Passo 2: encontre AQUI uma agência especializada no seu setor.
Passo 3: vá até a agência com toda a documentação. Se preferir, você também pode abrir a conta sem sair de casa. Basta baixar o App BRB Conta no Google Play ou App Store. No aplicativo, você terá, no celular, todo o processo de abertura de conta, fornecimento da documentação necessária e acompanhamento da aprovação do crédito.
Passo 4: acesse o site do Supera-DF e veja a modalidade de crédito mais adequada para você.
Pessoa Física
Passo 1: caso ainda não seja cliente, baixe o App BRB Conta e faça o seu cadastro. Você precisará apenas dos seus documentos pessoais e dos comprovantes de renda e de residência. A solicitação será analisada em até cinco dias úteis.
Passo 2: acesse o site do Supera-DF e veja a modalidade de crédito mais adequada para você.
Fontes e Imagens: Correio Braziliense *Com informações BRB