Nunca foi tão fácil abrir sua conta.

 “O agronegócio brasileiro é o mais competitivo”, diz presidente do BRB

Representantes de bancos participaram do Lide Brazil Investment Forum, realizado em Nova York, junto a parlamentares e empresários

Por assessoria da Asbraco

Nova York – O presidente do Banco BRB, Paulo Henrique Costa, destacou as vantagens do agronegócio brasileiro durante seu discurso no Lide Brazil Investment Forum, realizado em Nova York, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (14/5).

Costa afirmou que o agronegócio no Brasil “é o mais sustentável, desenvolvido tecnologicamente e competitivo do mundo”. “Não por acaso, uma das linhas de negócio mais importantes da atuação do BRB é o financiamento do agronegócio, notadamente no nosso Centro-Oeste”, enfatizou.

Em Nova York, o presidente do BRB ressaltou que o banco se reinventou nos últimos anos, alavancando os ativos de R$ 15 bilhões para R$ 50 bilhões. “Em quatro anos – no meio de uma pandemia, passando por um 8 de janeiro que afetou o Distrito Federal, e por duas guerras –, conseguimos multiplicar por 12 a base de clientes e nos tornamos um banco presente em quase todo o país. Hoje, estamos em 93% do território nacional”, pontuou.

Desenvolvimento e Sustentabilidade

Costa destacou que os bancos têm o potencial de construir sonhos e ajudar a transformar realidades. “O sistema financeiro brasileiro está pronto para atuar cada vez mais no desenvolvimento e no fomento. Quando ouvimos cada um dos governadores falar de mineração, infraestrutura, agro e sustentabilidade ambiental, é música para os ouvidos do sistema financeiro”, afirmou.

Visão do Bradesco

O presidente do Conselho do Bradesco, Luiz Carlos Trabucco, também discursou sobre as vantagens do Brasil em comparação a outros países. “O mundo precisa de paz, de segurança, e o Brasil tem a oferecer segurança energética e alimentar. Temos o bônus da infraestrutura, que fará do país um grande canteiro de obras para a melhoria da mobilidade urbana e rural. Temos um mercado interno robusto e reservas internacionais consideráveis”, citou Trabucco.

Conclusão

O evento em Nova York reuniu importantes figuras do setor financeiro e empresarial, além de parlamentares, reforçando a imagem do Brasil como um ator relevante no cenário global, especialmente no agronegócio e na infraestrutura. As falas dos presidentes do BRB e do Bradesco sublinharam o compromisso e a capacidade do Brasil de continuar crescendo e contribuindo para a segurança e o desenvolvimento global.