Exemplo de exibição da data e hora atual

🕒

Com projeção de crescimento em 2,4% do PIB da construção, setor da construção civil terá terceiro ano consecutivo de resultados acima da média nacional; movimento que favorece investimentos em tecnologias e capacitação.

Projeções positivas e inovação tecnológica ampliam busca por atualização profissional e negócios na Construção Civil

Com projeção de crescimento em 2,4% do PIB da construção, setor terá terceiro ano consecutivo de resultados acima da média nacional; movimento que favorece investimentos em tecnologias e capacitação

São Paulo, fevereiro de 2023 – A construção civil segue registrando números de PIB acima da média do País e, a tendência é de continuidade neste ano, movimento que, acompanhado das novas tecnologias construtivas e inovações tecnológicas, tem estimulado os profissionais do setor a buscarem especialização e atualização de mercado. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Grandes Estruturas no Estado de São Paulo (SindusCon-SP), o setor seguirá aquecido, com projeção de crescimento de 2,4% do PIB da Construção para 2023. Dado que supera a previsão positiva de 1,2% do PIB Nacional e, somado aos 17% contabilizados no acumulado dos dois últimos anos, faz a projeção do segmento alcançar 20% de aumento do PIB setorial no período 2021-2023.

“A projeção para 2023 é uma média entre os crescimentos projetados de 5% para o setor de edificações, 1% para as obras de infraestrutura, 4% para os serviços especializados e 1% para os demais segmentos. Esta estimativa sofrerá revisões. Poderá tender para cima, se o Governo Federal conseguir implementar uma agenda que reverta expectativas, incremente os investimentos públicos e anime os investidores privados”, destaca Yorki Estefan, presidente do SindusCon-SP. 

Segundo o executivo, a estimativa segue positiva por conta de obras já contratadas e a retomada de investimentos em projetos de habitação social como o Minha Casa, Minha Vida e os recursos garantidos do FGTS; porém, menor que em anos anteriores devido a fatores como a manutenção da alta de juros, o cenário macroeconômico internacional e o endividamento da população.

Mercado

O desempenho positivo tem favorecido os investimentos em novas tecnologias e novidades em plataformas para modelagem de projetos, sistemas construtivos, materiais e o surgimento e difusão das construtechs e, consequentemente, a atualização de profissionais de engenharia civil, arquitetura, varejo, distribuição e de obras para atuar com as novas ferramentas, já que de acordo com analistas da área, estimular a capacitação constante é um dos pilares para acompanhar a evolução do mercado.

“Por se tratar de um setor bastante concorrencial, a indústria da construção segue esses avanços com bastante interesse.  No SindusCon-SP, temos divulgado estas novidades por meio de nossos seminários que abrangem Estruturas e Fundações, Sistemas Prediais e BIM. Temos também o iCON Hub, para o fomento da inovação na construção com a participação de startups. Durante o ano todo, realizamos uma série de cursos sobre sistemas construtivos, gestão, qualidade, tecnologia, contabilidade fiscal, jurídico e alguns abertos a universitários e estagiários, ministrados por empresas da indústria de materiais de construção e especialistas”, acrescenta Estefan.

FEICON

Todo este movimento do mercado também tem impactado positivamente o maior encontro da Construção Civil da América Latina.

A 27ª edição da FEICON, que acontecerá entre os dias 11 e 14 de abril, no São Paulo Expo (SP), voltou a registrar comercialização total de sua área de exposição, com aproximadamente 6 meses de antecedência ao evento, mesmo ampliando em mais de 40% o espaço disponibilizado para vendas com relação a 2022. A organizadora informa que não há mais espaços disponíveis para negociação já que, ainda durante o evento de 2022, a planta da FEICON 2023 já havia sido 80% negociada. A expectativa também é de considerável aumento no número de profissionais e compradores presentes nos 4 dias do evento, superando os mais de 82 mil visitantes da edição anterior.

“A construção civil é um termômetro para o brasileiro. Nos últimos dois anos, por exemplo, o setor cresceu 17,7% ante 8,2% da economia nacional. Diante disso, neste ano, temos como objetivo apresentar a FEICON como uma plataforma completa para capacitação profissional, debates sobre o atual cenário e a agenda nacional da construção, impulsionar negócios e gerar relacionamento. É dessa forma que seguimos como o maior e principal evento de negócios desta indústria para a América Latina”, destaca Mayra Nardy, Diretora de Portfólio da RX Brasil.

Para participar do evento, as inscrições estão disponíveis gratuitamente pelo site do evento:

Para visitantes, em https://bit.ly/visitantefeicon2023.

Para jornalistas, em https://bit.ly/jornalistasimprensafeicon2023. A entrada de profissionais de imprensa será liberada e organizada pela assessoria da FEICON.

Sobre a FEICON

Com 27 edições, a FEICON é o principal evento voltado para os mercados de construção civil e arquitetura na América Latina, reconhecido como o ambiente perfeito para atualização, visão estratégica, inovação e contato direto com os principais players da construção civil e arquitetura. Para mais informações acesse: https://www.feicon.com.br .

Sobre a RX

A RX constrói negócios para indivíduos, comunidades e organizações. Usamos o poder dos eventos presenciais, combinando dados e produtos digitais para conectar pessoas oferecendo experiências e oportunidades de negócios por meio de mais de 400 eventos realizados em 22 países e 43 diferentes setores da economia. É apaixonada por causar impactos positivos na sociedade e está comprometida em criar um ambiente de trabalho inclusivo para todos. A RX faz parte da RELX, um provedor global de análises baseadas em informações e ferramentas de decisão para profissionais e clientes corporativos. www.rxglobal.com

Informações para imprensa

KB!COM | Comunicação Corporativa

11 4332.9808 | 11 99211.7420

Rogério Porto –  jornalismo@kbcomunicacao.com.br

Kelly Boscarioli – kelly@kbcomunicacao.com.br

Giulia Marini – redacao@kbcomunicacao.com.br