Skip to Content

Blog Archives

PAULO OCTÁVIO PROMETE GERAR 100 MIL NOVOS EMPREGOS EM INFRAESTRUTURA E CRIAR NOVAS CIDADES ORDENADAS NO DF.

 

 

Enfrentar os desafios do crescimento desordenado no Distrito Federal, com planejamento tanto para habitação de mercado quanto para a baixa renda, e gerar 100 mil empregos em infraestrutura, são alguns dos desafios que o candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) Paulo Octávio (PSD/DF) pretende enfrentar com planejamento ordenado nos próximos quatro anos, caso seja eleito governador nas eleições de 2022. “Tenho propostas de cidades ordenadas”, afirmou, durante o Encontro com Candidatos ao Governo do Distrito Federal: Compromisso com a construção civil – Eleições 2022, promovido em conjunto pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF); a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI DF); e a Associação Brasiliense de Construtores nesta terça-feira (13/09), em Brasília, com transmissão ao vivo pelos canais oficiais do Sinduscon-DF e da Ademi DF no YouTube.

 

A ideia, segundo ele, uma e eventual gestão sua fará aprovar o Setor do Jóquei Clube e a Cidade do Exército, na extensão da Estação Rodoferroviária. “O que estamos vivendo hoje é um crescimento desordenado”, salientou, ao abordar o tema Política Habitacional de Interesse Social do Distrito Federal.

 

Mediado pelo consultor político Marcelo Moraes, o evento ouviu as propostas de quatro dos seis candidatos mais bem colocados nas pesquisas de opinião. Por motivo de agenda, as candidatas Keka Bagno e Leila declinaram do convite. Atendendo a ordem fixada por sorteio, Paulo Octávio foi o segundo candidato a se pronunciar. Na abertura, os presidentes das entidades reforçaram que a pandemia da Covid-19 mostrou a importância da construção civil, que manteve e gerou novos empregos formais durante a crise sanitária. A indústria contribuiu com 3,9% do PIB do DF e a construção civil é o seu maior componente, com 52%, o que equivale a R$ 4,9 bilhões. “Quando a construção civil vai bem, a economia também vai bem, mas o contrário também acontece”, salientaram.

 

Ocupação ilegal no DF — Questionado pelo presidente da Ademi DF, Eduardo Aroeira Almeida, Paulo Octávio disse que é imprescindível adotar medidas para evitar a ocupação ilegal no Distrito Federal.  “O governo vai ter que fazer um esforço enorme para atender as famílias mais carentes, porque senão áreas nobres e com proteção ambiental serão ocupadas. É preciso achar uma solução”, mencionou, completando que “não dá mais para deixar a cidade crescer desordenadamente. O BRB tem que estar mais atento às questões sociais, tem que investir mais na baixa renda”.

 

Se eleito, Paulo Octávio afirmou ao presidente da Asbraco, Afonso Assad, que pretende gerar 100 mil novos empregos com projetos de infraestrutura em Brasília, no período de 2023 a 2026, nas áreas de educação, saúde, de segurança e viária. “Acredito na infraestrutura como a grande alavancadora de geração de emprego e renda para a cidade. Infraestrutura é qualidade de vida. Darei todo o apoio para investimento maciço em infraestrutura”, frisou.

 

Como obras, destacou a necessidade da construção de um anel rodoviário; de dois novos hospitais – em São Sebastião e Recanto das Emas; de policlínicas que possam atender a população nas cidades, de estradas marginais e ampliação do metrô.

 

Meio Ambiente — Em resposta à pergunta do presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, o candidato disse que a questão ambiental é fundamental. O grande desafio do setor da construção é avançar em tecnologia. “Precisamos proteger as nascentes, por isso o crescimento ordenado é importante”, comentou. O candidato que, se eleito, seu governo fará o mapeamento das erosões e do escoamento de terras. “Toda cidade que nasce bem, com planejamento, não cria problema para o meio ambiente”.

 

Sobre Licenciamento Ambiental, no que diz respeito ao Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Paulo Octávio defendeu um governo dinâmico e proativo para ajudar o setor produtivo.  Já sobre o projeto “Águas do DF”, para drenagem das águas pluviais do Distrito Federal, defendeu o trabalho preventivo.

 

Para acelerar a oferta de imóveis, afirmou que o governo precisa ser mais ágil. “É preciso ter coragem”. Paulo Octávio reforçou que, de 1990 a 1994, houve planejamento e coragem para enfrentar os obstáculos. “Todos os governos erraram. Se existe um governo que acertou na política habitacional foi o Roriz [Joaquim Roriz], porque fez um planejamento e fez cidades novas – Recanto das Emas, Riacho Fundo, Santa Maria”, disse.

 

Perdeu a sabatina? Ainda é possível assisti-la nos canais oficiais do Sinduscon-DF e da Ademi DF no YouTube.

https://youtu.be/jajmA1TwC4A

 

Sandra Bezerra
Assessoria de Comunicação do Sinducon-DF, Ademi DF e Asbraco

 

 

READ MORE

EM SABATINA, SETOR DA CONSTRUÇÃO ENTREGA AGENDA ESTRATÉGICA.

A CANDIDATOS AO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

 

Setor essencial para o desenvolvimento econômico do Distrito Federal, a indústria da construção carrega amplo potencial de crescimento nos próximos anos, com impacto decisivo e positivo sobre a geração de emprego e renda. Responsáveis pelo provimento de moradia digna e  infraestrutura, construtoras e incorporadoras enfrentam desafios para realizar investimentos, muitos deles concentrados na atuação da administração pública.

 

Redução da burocracia, simplificação de procedimentos, segurança jurídica, estímulo à formalidade e à legalidade, qualificação e capacitação continuada de equipes são alguns dos paradigmas à mesa do empreendedor do DF elencados na agenda estratégica apresentada aos candidatos mais bem colocados na disputa pelo governo do Distrito Federal nas eleições de 2022. Os temas pautaram as sabatinas do Encontro com Candidatos ao Governo do Distrito Federal: Compromisso com a construção civil – Eleições 2022, promovido em conjunto pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI DF), e a Associação Brasiliense de Construtores do Distrito Federal (Asbraco) na tarde do dia 13 de setembro. Transmitido ao vivo pela internet, o evento foi realizado na sede do Sindiscon-DF.

 

Apropriando o contexto histórico de gargalos na gestão pública, as entidades do setor da construção sinalizam nove macro temas em que são esperados avanços e a correção de distorções: Obras, Infraestrutura e Projetos; Indústria Imobiliária; Meio Ambiente e Sustentabilidade; Política e Relações Trabalhistas; Incentivos às Pequenas Empresas; Assuntos Parlamentares; Gestão Pública; Inovação Tecnológica, e Apropriação Ilegal de Terras.  “Procuramos dar uma visão geral sobre assuntos diversos afeitos ao setor e à gestão pública sem emitir juízo de valor sobre governança ou governo algum”, salientam as instituições.

 

No item relacionado a Obras, Infraestruturas e Projetos, as entidades reforçam a importância de uma maior atenção à qualidade e ao investimento em projetos de pequeno, médio e longo prazos, com a criação de um banco de projetos, e da capacitação das equipes técnicas responsáveis, no GDF, pelos processos licitatórios em Brasília.

 

Defendem também a pontualidade nos pagamentos das obras executadas, com respeito a ordem cronológica das datas de sua exigibilidade. Além disso, o setor enfatiza a importância de o próximo governador observar questões que ainda geram transtorno em processos licitatórios. Um dos temas se encontra em tramitação na Câmara dos Deputados, como os projetos de lei nº 13.303/2016 (Lei das Estatais) e do Mercado de Obras Públicas. O setor também defende que a contratação de serviços e projetos de engenharia pelo poder público deixe de ser feita por pregão eletrônico.

 

Do ponto de vista da Indústria Imobiliária, o documento defende a simplificação do licenciamento de empreendimentos no DF, com a continuidade de ações para proporcionar agilidade na aprovação de projetos, emissão de alvarás de construção e habite-se, com cumprimento de prazos previstos na legislação, garantindo a segurança jurídica do negócio.

 

Já sobre Infraestrutura nos Parcelamentos Urbanos, a agenda reforça a importância de um compromisso do novo governo com o desenvolvimento de uma Política Habitacional de Interesse Social do Distrito Federal, em conjunto com as entidades representantes do setor, assim como respeito ao Termo de Compromisso firmado com o Setor Imobiliário e Construção – Ademi DF e Sinduscon-DF – para conclusão da infraestrutura e do Parque Burle Marx, no Setor Noroeste.

 

O setor pleiteia ainda, entre outros, dois importantes compromissos do novo governo. O primeiro referente à aprovação, ainda no primeiro semestre de 2023, da segunda fase da revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS), que trata de avanços legislativos e urbanísticos. A demanda se justifica pelo árduo e completo trabalho que vem sendo realizado para modernizar o texto da legislação..

 

O setor da construção também aponta a aprovação do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB), cuja proposta está em fase de finalização e será enviada ainda neste ano de 2022 para a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).

 

 

 

Sandra Bezerra
Assessoria de Comunicação do Sinducon-DF, Ademi DF e Asbraco

READ MORE

Reunião da Comissão da Indústria Imobiliária – CII/CBIC

Reunião da Comissão da Indústria Imobiliária – CII/CBIC

Evento: Rodada de Negócios da Comissão da Indústria Imobiliária CII | CBIC

 

Data: 24 de agosto de 2022 – quarta-feira

 

Horário: das 9h30 às 12h45 encerrando com almoço

 

 

Local: Híbrido – online e presencial (Sede do Secovi SP – R. Dr. Bacelar, 1043 – Vila Clementino, São Paulo – SP)

 

 

Sugestões de Hospedagem:

– Hotel BOURBON CONVENTION IBIRAPUERA
Contato para reserva: Vivian Pires – vivian.pires@bourbon.com.br

Tel. (11) 5091.2318 / (11) 94011.5079

 

– Hotel GREEN PACE

Contato para reserva: Elias de Sousa – elias@certaviagens.com.br

 

– Hoel COMFORT NOVA PAULISTA

Contato para reserva: Elias de Sousa – elias@certaviagens.com.br

 

 

Participantes do evento: membros da CII

 

 

Pauta:

09h30 | Abertura

Celso Petrucci, presidente da Comissão da Indústria Imobiliária CII / CBIC

 

09h45 | Plataforma de Gestão de Recebíveis

Celso Petrucci e Juliana Aguiar  – Central de Recebíveis S/A

 

10h45 | Projeto de Lei 4188/21 (Novo Marco de Garantias) e Lei 14.382 de 27 de junho de 2022 –  Sistema Eletrônico dos Registros Públicos – SERP (Medida Provisória n° 1085, de 2021).

Aristoteles Neto, Vp Região Sudeste e José Carlos Gama, presidente do Conjur/CBIC.e Melhim Chalub

 

11h45 | Rodada de Negócios de Mercado Imobiliário

Fabio Tadeu Araújo, sócio-diretor da Brain Inteligência Estratégica .

 

12h45 Almoço e encerramento

 

 

Faça sua inscrição para reunião presencial ou on-line, com antecedência

 

 

 
 

Eloiza Delgallo
AssessoriaDiretoria / Vice-Presidências
eloiza.delgallo@secovi.com.br
Tel.: +55 (11) 5591-1231
www.secovi.com.br
www.convencaosecovi.com.br

Antes de imprimir, pense em seu compromisso com o meio ambiente. Responsabilidade social: pratique essa ideia.

READ MORE

BRB prorroga Avança-DF até fim de agosto.

O Avança-DF foi a terceira iniciativa lançada pelo BRB para minimizar os impactos financeiros decorrentes da Covid-19. Em 2020, o banco revelou-se a primeira instituição financeira do país a lançar um programa — o Supera-DF — liberando recursos para novos financiamentos e permitindo aos clientes que pausassem, até 90 dias, empréstimos adimplentes contraídos antes da pandemia. Um ano depois, em 2021, o BRB colocou em funcionamento o Acredita.

BRB prorroga Avança-DF até fim de agosto e segue com taxas especiais.

Informações: http://avancadf.brb.com.br/

READ MORE

Solenidade em comemoração aos 49 anos do Sindicato dos Engenheiros no Distrito Federal (SENGE -DF).

Na solenidade em comemoração aos 49 anos do Sindicato dos Engenheiros no Distrito Federal (SENGE -DF), O presidente da  Asbraco Afonso Assad , recebeu a placa de Honra ao Mérito 2022.

“Tive  a honra de ser um dos homenageados e  agradeço ao Presidente Francisco Machado”                                                                                                                                                                                            Presidente Afonso Assad.

READ MORE

Prazo para regularizar cadastro no Nota Legal acaba nesta 2ª feira Em 24 de maio, serão sorteados R$ 3 milhões em prêmios, em bilhetes que vão de R$ 100 a R$ 500 mil

Mais de um milhão de consumidores aptos a participar dos sorteios do Nota Legal não estão devidamente cadastrados ou possuem débitos com a Receita do Distrito Federal. O prazo para regularizar a situação termina nesta segunda-feira (25/4). Em 24 de maio, serão sorteados R$ 3 milhões em prêmios, em bilhetes que vão de R$ 100 a R$ 500 mil.

\Fonte:https://www.metropoles.com/distrito-federal/prazo-para-regularizar-cadastro-no-nota-legal-acaba-nesta-2a-feira

READ MORE

AVANÇA DF

                                                                                                                                                        Segue no link e confira!!

https://novo.brb.com.br/blackfriday/

 

 

 

READ MORE