Skip to Content

Blog Archives

Rose Rainha é a 1ª mulher eleita superintendente do Sebrae-DF.

 

 

 

A  Asbraco em nome do seu  Presidente Afonso Assad vem parabenizá-la, A advogada especialista em gestão Rose Rainha por ser  a primeira mulher   eleita como superintendente do SEBRAE/DF, nesta quarta-feira (23/11), por unanimidade, com apoio do setor produtivo e GDF  .

Aproveitamos o ensejo para desejar votos de êxito e sucesso nessa nova etapa, e colocamo-nos a disposição. “disse  Afonso Assad.

Rose Rainha já atuava no Sebrae-DF como diretora técnica. Ela ascendeu à função de superintendente com aval dos representantes do setor produtivo, do Governo do DF e do governo federal.

“O Sebrae tem compromisso muito forte com o setor produtivo. Para mim, é uma honra ter o apoio e a confiança da área”, disse Rose Rainha.

fonte: Jornal Metrópole.

A partir de janeiro de 2023, ela assumirá a principal cadeira do órgão, no lugar que hoje é de Valdir Oliveira. O mandato é de quatro anos.

É a primeira vez que a diretoria executiva do Sebrae-DF será composta exclusivamente por mulheres. Adélia Carvalho foi eleita diretora administrativa e Diná vai assumir a função de diretora técnica.

 

READ MORE

O 27º Congresso brasileiro de Engenheiros Civis é um evento nacional que reúne profissionais e estudantes de engenharia civil, visando discutir e valorizar a profissão e trazer conhecimentos atualizados sobre a área.

O 27º Congresso brasileiro de Engenheiros Civis é um evento nacional que reúne profissionais e estudantes de engenharia civil, visando discutir e valorizar a profissão e trazer conhecimentos atualizados sobre a área.

*PROGRAMAÇÃO SUJEITA A ALTERAÇÕES, SEM AVISO PRÉVIO*

21/11 (segunda-feira)

9h Credenciamento

19h Sessão Solene de Abertura do 27º CBENC

 

22/11 (terça-feira)

8h30 SEGURANÇA HÍDRICA – CENÁRIOS E DESAFIOS PARA A POLÍTICAS PÚBLICAS E PARA A ENGENHARIA BRASILEIRA

Engª Civil Drª Cristiane Collet Battiston

Mediador: Engª Civil Lelia Barbosa de Souza Sá

 

10h NOVAS PERSPECTIVAS NO SANEAMENTO COM O NOVO MARCO REGULATÓRIO

Eng. Civil MSC Miguel Alvarenga Fernández y Fernández

Mediador: Eng. Civil Hassan Mohamad Barakat

 

11h ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DA CONCESSÃO A EXCLUSIVIDADE

Eng. Civil Dr Dante Alves Medeiros

Mediador: Eng. Civil/Quimico/Seg. do Trabalho Francisco Augusto Foggiato Alvim

 

14h ENGENHARIA GEOTÉCNICA

Eng. Civil Dr Carlos Medeiros

Mediador: Eng. Civil e de Seg. do Trabalho Antonio Carlos Amaral Ribeiro

 

15h ENGENHARIA E MARCA PESSOAL

Eng.ª Civil Drª Edna Possan

Mediador: Eng.ª Civil Karlize Posanske da Silva

 

16h O PAPEL DA ENGENHARIA NA DIVERSIFICAÇÃO E EXPANSÃO DA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA

Eng. Civil Ricardo Ferreira

Mediador: Eng. Civil João Luís de Oliveira Collares Machado

 

17h INVESTIGAÇÃO DE INCÊNDIO NA BOATE KISS (Circunstâncias, fatos, ações, omissões, ameaças e vulnerabilidades consideradas)

Eng. Civil Ten. Cel. Rodrigo Freitas

Mediador: Eng. Civil Cel. Romário Aurélio Pereira da Silva

 

23/11 (terça-feira)

8h30 MÚTUA VOLTADA AO PROFISSIONAL

Eng. Agrônomo Francisco Almeida

Mediador: Eng. Civil Carlos Eduardo Domingues e Silva

 

10h PATOLOGIAS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO – Estudos de Casos

Eng Civil Jaime Veiga

Mediador: Eng Civil e Seg do Trabalho Lamartine Moreira

 

11h INSPEÇÃO PREDIAL E MANUTENÇÃO DE EDIFICAÇÕES: Estudo de casos nas inspetorias do Crea-PR

Eng. Civil Dr. Ricardo Rocha de Oliveira

Mediador: Eng Civil Maria de Fátima Ribeiro Có

 

14h PAVIMENTO URBANO DE CONCRETO COMO  SOLUÇÃO ECONÔMICA PARA VIAS URBANAS.

Eng. Civil Fernando Crosara

Mediador: Eng. Civil Carlos Eduardo de Vilhena Paiva

 

15h POR QUE OS PAVIMENTOS BRASILEIROS ESTÃO AQUÉM DO QUE PODERIAM E DEVERIAM SER.

Eng. Civil Prof. Dr. José Leomar Fernandes Júnior

Mediador: Eng. Civil Daltro de Deus Pereira

 

16h DESAFIOS DA ENGENHARIA CIVIL NOS SISTEMAS DE TRANSPORTES

RODO-FERROVIÁRIOS DO BRASIL

Eng. Civil Dr Rubens e Barreto Ramos

Mediador: Engª Civil Maria do Socorro Gomes Araripe Seabra

 

17h ENCERRAMENTO – CARTA DE BRASÍLIA

Eng. Civil Luiz Capraro, Engª Civil Vera Lucia de Lima Gomes,

Engª Civil Rejane Mara Castiglioni

———————

**MEIA ENTRADA APENAS PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO**

**ESTUDANTES PRECISAM LEVAR A CARTEIRINHA OU O COMPROVANTE DE MATRÍCULA NO DIA DA INSCRIÇÃO!**

PARA SE INSCREVER NOS MINICURSOS  ACESSE: CLIQUE AQUI

4ª Jornada de Cursos da ABENC

Eng. Civil  Antônio Carlos de Aragão

 

MINICURSOS

21 de Novembro de 2022

9h às 12h

 

1 – AS BOAS PRÁTICAS DE PAREDES DE CONCRETO E A NOVA EDIÇÃO DA

NORMA DO SISTEMA DE PAREDES DE CONCRETO.

Ministrante: Eng. Civil Rubens Monge

 

2 – GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL.

Ministrante: Eng. Ambiental Felipe Marcel Dalmas Kotwiski

 

3 – SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL DE INCÊNDIO E EVACUAÇÃO

Ministrante: Eng. Civil Ten. Cel. Rodrigo Almeida Freitas

 

14h às 18h

 

4 – ANÁLISE DE VIABILIDADE, PROJETO E INSTALAÇÃO DE SISTEMAS

FOTOVOLTAICOS.

Ministrante: Eng. Civil Ricardo Ferreira

 

5 – PROJETO DE REQUALIFICAÇÃO ESTRUTURAL.

Ministrante: Eng. Civil Dr. Alexandre de  Moraes Ferreira

 

4ª Jornada de Trabalhos TÉCNICOS ACADÊMICOS

Eng. Civil  Paulo Salomão

Inscrevam seus trabalhos. Prêmio para os 3 melhores trabalhos.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:

(44) 9 9990-8995 – Flavia (apenas Whatsapp)

27CBENC@gmail.com

https://www.sympla.com.br/evento/27-congresso-brasileiro-de-engenheiros-civis/1727439?lang=PT

READ MORE

ESPAÇO PARA EVENTOS

 Seja bem-vindo! A Asbraco tem um espaço para eventos com localização privilegiada, no Setor Sia. Com fácil acesso, próximo dos principais pontos de referência da cidade, nossa localização é um item a mais que contribuirá para o sucesso de seu evento.
Agende seu orçamento: asbracodf@gmail.com

READ MORE

Fórum Integridade no Mercado Real Estate

O presidente da Asbraco , Afonso Assad , marcou presença no Fórum Integridade no Mercado Real Estate, do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF).

Na ocasião, a entidade lançou o Programa de Integridade e oficializou sua adequação à Lei Geral de Proteção de Dados. Afonso destacou a importância do programa para a construção civil. 

Fotos: Ascon/Sinduscon-DF

 

READ MORE

Reunião de Diretoria Pré-Candidato Pedro Ivo.”

📌📌🚧Presidente da Asbraco Afonso Assad, Associados e Diretores receberam em reunião de diretoria o candidato a Dep. Distrital Pedro Ivo. (Brasiliense, Filho candangos, casado, Engenheiro Civil e Empresário).
“Trabalho para fortalecer os pequenos e microempreendedores para garantir emprego e renda” ressaltou. Um dos compromissos assumidos se eleito.
#construction #bsb #eleicoes2022 #construcaocivil

READ MORE

PRÉ-CANDIDATOS PELO DF.

ATENÇÃO SENHORES DIRETORES e ASSOCIADOS
REUNIÃO DE DIRETORIA e BATE PAPO COM OS PRÉ-CANDIDATOS PELO DF.

Sua participação faz toda a diferença, fiquem atentos aos seus direitos e deveres como associados.

✅Sua participação é a sua voz!

Por que preciso para participar?

✔️ Tirar dúvidas sobre futuro da construção civil no DF;

✔️ No dia da reunião optar por uma das modalidades | Presencial ou Online.

Lembrando que devido a COVID, a forma Online é a mais segura.

Dúvidas
☎️3361-6595

🗓️ 03 DE AGOSTO DE 2022
⏰ 08:30h ÀS 12:00h
FORMATO MISTO
Entrar na reunião Zoom

READ MORE

Inflação da construção civil desacelera para 1,65% em junho.

Inflação da construção civil desacelera para 1,65% em junho

O custo nacional da construção por metro quadrado foi de R$ 1.628,25, sendo R$ 974,47 relativos aos materiais e 653,78 à mão de obra

 

 

 

 

A inflação medida pelo Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) subiu 1,65% em junho, após alta de 2,17% em maio, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o resultado, o indicador acumula variação de 14,53% em 12 meses, frente a 15,44% até maio.

O custo nacional da construção por metro quadrado foi de R$ 1.628,25, sendo R$ 974,47 relativos aos materiais e 653,78 à mão de obra. Em maio, esse custo totalizava R$ 1.601,76, sendo R$ 962,98 relativos aos materiais e R$ 638,78 à mão de obra.

Também em junho, a parcela dos materiais foi de 1,19%, registrando desaceleração em relação ao mês imediatamente anterior (1,96%) e, também, frente ao índice de junho de 2021 (2,36%).

Já a mão de obra registrou alta de 2,35% em maio, caindo 0,14 ponto percentual em relação ao mês imediatamente anterior (2,49%), “apesar dos acordos coletivos firmados neste período”, detalhou o IBGE, em comunicado sobre o indicador. Frente a junho de 2021 (2,60%), houve queda de 0,25 ponto percentual.

Com isso, a inflação na construção civil medida pelo indicador, no primeiro semestre do ano ficou com alta de 7,08% em materiais; e expansão de 8,17% em preços de mão de obra. Os acumulados em doze meses ficaram em 17,53%, em materiais, e 10,32% em mão de obra.

Publicado originalmente no Valor PRO

 

 

READ MORE

O impacto da desoneração da folha de pagamentos para a Construção Civil.

 

O Governo Federal prorrogou até dezembro de 2023 a desoneração da folha de pagamento para 17 setores da economia. A Lei n° 14.288, de 2021 sancionada tem a capacidade de oferecer estímulos para retomada da economia, principalmente, em face da diminuição de encargos fiscais a cargo dos empregadores. A medida pretende estimular os setores da construção civil, transporte rodoviário e outras 15 áreas da economia.

De acordo com essa medida, as empresas podem optar por deixar de pagar a contribuição previdenciária calculada sobre a folha de pagamentos e continuar a contribuir com base na sua receita bruta. Assim, as empresas passam a ter um maior incentivo para a contratação de pessoal. É a chamada desoneração da folha de pagamentos.

Para viabilizar a medida, o Executivo precisou editar uma Medida Provisória revogando a necessidade de a União compensar, por transferência orçamentária, o valor da desoneração para o RGPS, o que acabava fazendo com que a mesma despesa fosse computada duas vezes dentro do orçamento. As informações são da Secretaria Geral da Presidência.
Na prática, a Lei permite às empresas pagarem alíquotas de 1% a 4,5% sobre a receita bruta, em vez de 20% sobre a folha de salários. Este mecanismo possibilita maior contratação de pessoas e diminui a necessidade de demissões durante a crise causada pela pandemia de Covid-19. Foram impactados, com a decisão, cerca de 6 milhões de trabalhadores só na área da Construção Civil.
Para as empresas, a medida exige realizar um eficiente Planejamento Tributário. Um bom planejamento irá minimizar os custos fiscais e tributários possibilitando ao empreendedor escolher o regime que melhor se enquadra ao seu tipo de atividade, sendo ele com base na folha de pagamento ou na receita bruta.
O erro de muitos gestores é realizar escolhas sem ter por base dados e informações reais, que possam projetar para a empresa a opção de menor ônus, utilizando-se de meios legais. 

READ MORE